EDITORIAL

SOMOS MUITOS...
Uns como civis,
outros militares,
de todos os continentes
e cores, feitios,e ideologia
, de um lado ,de ambos, ou
do outro lado da barricada,
ou de nenhum dos lados...
Este é o espaço de todos os que
em algum tempo da sua vida comungaram passageiramente, ou enraizadamente do solo e cultura do ex-ultramar lusitano...
do brasil a timor, de macau à india...
Na crisa do sol e da chuva,
da lua e da brisa do mar,
comungamos todos esse olhar sem fim
de esperança na Humanidade...
DESERDADOS DA FORTUNA...
Refractários talvez...
DESERTORES? NUNCA !!!

digite uma palavra

toque

Ocorreu um erro neste dispositivo

Radios do Brasil ao vivo

quinta-feira, 9 de novembro de 2017

Era uma vez um Principe…

img2

      Naqueles Tempos havia gente que trabalhava por gosto…Não importava se era remunerado ou não o seu trabalho…importava é que ficasse feito e servisse a Comunidade. Todos sendo Plebeus eram ao mesmo tempo Principes e Nobres. A Nobreza de caracter assim determinava esse seu “sangue azul”.

     Hoje estamos disseminados de “rafeiros politicos” sem pedegree no campo do carácter, podendo até ser filhos de algo (fidalgos) de uma fidalguia feita no Pós 25 de Abril, fruto da Cunha e do Poleiro … E uma burguesia crescente e nascente medrada ao sabor dos lobbies e atropelos legais  ou procedimentais…

     É assim hoje o Poder Local, Nacional, Internacional e quiça até Universal … Urge moralizar…Acabar de vez com esse apartheid racial e sexual que são as quotas para estes e para estas…

Competência …Precisa-se !

Sem comentários: